grupo-consciencia-humana-no portal-rap-no-movimento

Consciência Humana

Gênero

Hip hop, rap gangsta

Atividade

1990 - Atualidade

Origem

São Paulo - Brasil

Integrantes

Dj Luiz, Preto Aplick, Wgi

Ex-integrantes

DJ Andermad, Dj San Mix, Dj Adriano, Dj, Master Jay,

64 Views
0 Comentários
Publicidade

Descrição

Consciência Humana é um grupo de rap brasileiro formado em São Paulo em 1990. É conhecido pelas letras ousadas, o que levou o grupo a receber ameaças de morte da polícia e a uma briga com o ex-capitão da Polícia Militar (PM) Conte Lopes, atual deputado do PDB.

O grupo foi formado em 1990 na Zona Leste de São Paulo pelos integrantes do Preto Aplick, WGI e DJ Andermad. Em 1992, Andermad deixou o grupo e criou o Gang Wild após o Dj San Mix se tornar o segundo DJ do grupo, ficando por um tempo e logo depois chegou a hora o DJ Adriano foi convidado a participar do grupo.

DJ Adriano esteve no grupo por doze anos, entre 1992 e 2004, e foi substituído pelo DJ Master Jay, ex-integrante do Sistema Negro. Master Jay durou apenas um ano e depois foi substituído pelo DJ e produtor musical Dj Luiz que posteriormente produziu o álbum ‘Forte Firma’ em 2013, e ainda está no grupo.

Em 1992, o grupo participou da coletânea Projeto Consciência Rap Brasil , com as músicas “Navio Escravo” e “Cidade Sem Lei”, que passou a ser tocada na Rádio Metropolitana FM. O grupo lançou seu primeiro álbum em 1994, chamado Enxergue Seus Próprios Erros, que apresentava os sucessos “Tá na hora” e “Sangue B”. Dois anos depois, CH montou sua própria gravadora, DRR (Defensores do Ritmo de Rua Produções, com a ajuda de Porte Illegal, e lançou o single “Lei da Periferia” .

No ano seguinte, com gravadora própria, o grupo lançou um segundo álbum intitulado Entre Adolescência e Crime, com “Memórias”, “Amigo de Infância” e “Viagem”. Em 1999 foi gravado o primeiro vídeo chamado “Entre Adolescência e Crime”. Em 2001 juntaram-se três grupos: Consciência Humana, De Menos Crime e UNEGRO, que deu origem a Homens Crânios, que lançou o álbum DRR invadindo o sistema.

Em 2003, o grupo foi convidado pela gravadora Zâmbia Fonográfica para gravar seu terceiro álbum, Agonia do Morro. Este contou com a participação de artistas como Beth Carvalho , Facção Central , De Menos Crime , Trilha Sonora do Gheto, entre outros.

Em 2013 o grupo lançou o álbum ‘firme forte’ que contou com diversas participações como, Moysés, Lauren e muito mais…

Em 2014 lançou o videoclipe “conexão 011 019″…

Vídeos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *